Câmara emite decreto sobre coronavírus

Sessões não serão interrompidas, mas ocorrerão a portas fechadas. Executivo suspende aulas e outros serviços

Foto: Divulgação

Em conformidade com as últimas medidas do Governo do Estado visando prevenir um surto de coronavírus em solo catarinense - entre elas a suspensão das aulas em todas as redes de ensino (estadual, municipais e privadas) e o cancelamento de eventos públicos - a administração municipal adotou o mesmo protocolo de emergência - inclusive interrompendo as atividades escolares durante quinze dias, a partir desta quinta-feira (19). Por sua vez, a Câmara de Vereadores publicou na tarde de hoje (17), um decreto relativo à crise.

De acordo com o documento, assinado pelo presidente Diogo Santos (MDB), o acesso à Câmara ficará limitado aos funcionários, prestadores de serviço da casa e vereadores. O expediente será mantido, mas o atendimento ao público será feito somente por telefone (3369.4510), e-mail (https://portobelo.sc.leg.br/contato/) ou via Facebook (https://www.facebook.com/camaradeportobelo/).

As sessões ordinárias ocorrerão normalmente; porém, a portas fechadas. O cidadão poderá apenas acompanhar a transmissão ao vivo, que é feita na página do Facebook e no canal no YouTube do Legislativo. Também está proibida a realização de eventos (reuniões de associações, assembleias, audiências etc.) nas dependências da Câmara. A resolução tem validade até 31 de março (leia aqui a íntegra do decreto), mas poderá ser prorrogada.

Diogo Santos explica que as medidas seguem as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), que na última quarta-feira (11) declarou pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus e que tem provocado uma crise de saúde pública mundial. No Brasil, até a manhã desta terça-feira (17), haviam 234 casos confirmados. Em Santa Catarina, até o momento, há sete confirmações (109 são casos suspeitos).

Para Diogo, a situação exige responsabilidade dos gestores públicos, compreensão da população e engajamento de todos na adoção dos cuidados necessários: "Se as pessoas seguirem as recomendações das autoridades, acredito que conseguiremos superar da melhor forma possível esse momento delicado", afirmou.

FAKE NEWS

Em live publicada em sua página no Facebook no início da tarde de hoje (17), o prefeito Emerson Stein antecipou as medidas que sua gestão adotará para prevenir a ocorrência da doença, que ainda não foi detectada no município. Ele estava acompanhado do vice Elias Cabral e da secretária municipal de Saúde, Jainara Nordio, que ressaltou a importância de as pessoas procurarem os canais oficiais para se informar, em virtude da circulação indiscriminada de notícias falsas sobre o vírus.

"Acredito que as fake news estejam sendo um problema, além de todos os problemas que essa pandemia traz, porque as pessoas, no desespero, buscam informação e acabam recebendo, via grupos de WhatsApp, coisas até absurdas, como álcool gel caseiro. Esse tipo de coisa não existe", alertou Jainara, indicando um número exclusivo da vigilância epidemiológica do município para tirar dúvidas e orientar a população: (47) 99253.7395.

Clique aqui e receba as notícias do Jornal Notícia do Litoral no Whatsapp http://bit.ly/GrupoNoticiadoLitoral

mais sobre:

Porto Belo

Edição Impressa


COLUNAS

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina