Projeto para descarte correto de óleo de cozinha tem início em Tijucas

Inicialmente, o projeto acontecerá através do Portal Online da Rede Municipal de Ensino de Tijucas

Foto: Larissa Souza

Teve início em Tijucas um projeto que busca conscientizar estudantes, bem como a comunidade escolar em geral e famílias do município sobre sustentabilidade, cidadania e biocombustíveis. A iniciativa intitulada 'Biodiesel na Escola' planeja realizar também uma campanha de coleta de óleo vegetal residual (óleo de fritura) para reciclagem e transformação em biodiesel.

"Os óleos vegetais, como o óleo de cozinha para frituras, são grandes causadores de danos ao meio ambiente quando descartados de maneira incorreta: como no ralo da cozinha ou enterrados. Desta forma, aumentam os custos do tratamento das águas, danificam os encanamentos, poluem as nascentes, os rios e o solo. Daí vem o motivo de estarmos realizando esta iniciativa", explica Higor Vicente Dias, um dos idealizadores do projeto. 

Inicialmente, o projeto acontecerá através do Portal Online da Rede Municipal de Ensino de Tijucas, e posteriormente, com a volta a normalidade do ensino presencial, palestras semanais serão realizadas nas escolas municipais. Banners foram instalados em locais estratégicos do município para despertar a atenção da população. 

As unidades escolares da cidade, bem como as sedes das Secretarias de Educação, Agricultura, Pesca e Meio Ambiente, se tornarão pontos de coleta do óleo de fritura após o retorno da rotina escolar. A comunidade deve depositar o óleo usado em garrafas plásticas e levar até estes pontos de coleta para a reciclagem. 

"A construção da cidadania e a sensibilização ambiental através da educação, desde a infância, pode contribuir para a melhoria na qualidade de vida futura de toda a comunidade, provendo gerações solidárias, conscientes e sustentáveis", comenta o professor Victor Bruno Prudente, educador ambiental da Secretaria Municipal de Educação de Tijucas.

Financiamento 

O projeto é realizado através do Fundo Especial para Infância e Adolescência (FIA) e Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), contando com apoio da empresa Da Magrinha através de Lei de Incentivo Fiscal e parceria das Secretarias Municipais de Educação e Agricultura, Pesca e Meio Ambiente de Tijucas.

Texto: Patrícia Ferreira

Clique aqui e receba as notícias do Jornal Notícia do Litoral no Whatsapp http://bit.ly/GrupoNoticiadoLitoral

mais sobre:

Tijucas

Edição Impressa


COLUNAS

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina